Sem se importar...
26/06/2019 | 07h08
Dia desses, em um supermercado em Campos, um freguês reagiu à ação da menina do caixa em conferir vagarosamente a validade das notas de R$ 50 dadas por ele.
O freguês fez o mesmo com as notas de R$ 10 e R$ 20 recebidas de troco. E não se importou com o tamanho da fila atrás dele.
Compartilhe
Pela janela
25/06/2019 | 09h27
Uma ideia bem-vinda está rolando nas redes sociais: jogar sementes, secas, de frutas das janelas de carros em beira de estradas.
Mesmo que a maioria da sementes se perca é possível que algumas caiam na terra, frutificando com o tempo.
Compartilhe
Desapego a dinheiro?
24/06/2019 | 08h17
O ex-governador Anthony Garotinho construiu a sua carreira política alardeando desapego a dinheiro. Mesmo depois do exercício de vários mandatos, dizia, ou ainda diz, possuir apenas uma casa na Rua do Braga, no bairro da Lapa, fruto de herança familiar.
Daí que Garotinho precisará de muitas e convincentes explicações para contestar a versão do empresário Arthur Soares, o “Rei Arthur”, feita em delação premiada, de que esteve de posse de R$ 10 milhões em espécie.
O que pesa, contra Garotinho, é que, segundo o “Rei Arthur”, o dinheiro foi fruto de propina. As acusações do empresário carioca saíram na coluna de Lauro Jardim, no Globo.
Compartilhe
A violência a partir do progresso. Mas nem sempre
22/06/2019 | 07h23
A violência cresce no interior do Estado do Rio. No município de Campos não houve nenhum fato novo que justifique tal cenário, diferentemente de São João da Barra. Ali, o aumento da criminalidade está ligado à instalação do Porto do Açu. É o preço do progresso.
A população em SJB cresceu a partir do porto, com gente de fora que veio trabalhar na obra. Concluídas etapas da construção, demissões foram feitas. No desemprego, o crime ganhou contornos. A avaliação é da própria delegada titular da 145ª DP, Madeleine Farias.
A cidade de Macaé, antes chamada de Princesinha do Atlântico, tornou-se violenta ao acolher bases da Petrobras. E Itaboraí foi inserido no mapa da violência depois que recebeu o Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro.
Compartilhe
Prazo fatal
19/06/2019 | 13h00
Sabe aquelas sacolinhas plásticas que embalam compras nos supermercados? A partir do dia 26 agora já não poderão ser distribuídas por vigência de lei estadual.
No Superbom, a principal rede de supermercado da cidade, funcionários têm alertado os clientes. E bolsas retornáveis são oferecidas ao preço de R$ 4,99.
Compartilhe
Reflexo do caos
18/06/2019 | 19h29
Uma área na BR-101, em frente ao posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), no trecho Campos-Rio de Janeiro, exibe tudo quanto é tipo de veículos apreendidos por diferentes razões.
O que impressiona é a quantidade de ônibus. São veículos que,certamente, fazem falta nas linhas urbanas e interdistritais, uma vez que o transporte público no município está um caos. O visual é emblemático.
Compartilhe
Delação envolve Garotinho
17/06/2019 | 08h32
O jornalista Lauro Jardim publica, em O Globo, revelação do empresário carioca Arthur Soares, o "Rei Arthur", considerado o maior fornecedor de serviços aos governos de Anthony Garotinho, Rosinha e Sérgio Cabral, em que faz uma pesada denúncia.
O empresário conta que Garotinho o chamou ao Palácio Laranjeiras para uma demanda inusual. O então governador "estava com dificuldade em guardar dinheiro". E pediu que Arthur guardasse a grana para ele. Eram R$ 10 milhões, entregues em três malas.
Compartilhe
Mobilização para 2020
14/06/2019 | 08h33
Um grupo de amigos do jornalista Fernando Leite, vice-presidente da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima, está se mobilizando para fazê-lo vereador nas eleições de 2020. O primeiro passo é convencer Fernando a entrar na disputa eleitoral.
Fernando tem uma bagagem parlamentar obtida nos anos 90, quando exerceu um mandato na Assembléia Legislativa. Foi dele a proposta de criação da Fundação Estadual Norte Fluminense (Fenorte), instituição mantenedora da Universidade Estadual do Norte Fluminense (UENF).
A criação da Fenorte possibilitou a quebra da burocracia estatal, dando a agilidade necessária para contratação de professores/doutores, a importação de maquinários para o parque de alta tecnologia e a implementação definitiva da UENF.
Compartilhe
Garotinho e Crivella, tal e qual
13/06/2019 | 08h30
Quando se lançou candidato ao governo do Rio, nos anos 90, Anthony Garotinho usou muito o slogan “o melhor prefeito do Brasil vai virar governador”. O mote originou-se do recebimento de uma premiação comum, dada a ene prefeitos pelo país afora.
Mas Garotinho incorporou o prêmio ao seu currículo informal e o aproveitou politicamente o quanto pôde na disputa de 1998, que acabou sendo vitorioso, elegendo-se governador.
A lembrança do episódio é a propósito de uma condecoração que o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, não recebeu em Jerusalém, mas propagou ter recebido.
Crivella voltou atrás, admitindo que a homenagem foi feita à Igreja Universal. Já Garotinho explorou por muito tempo uma premiação lhe conferida sim, mas não só a ele.
 
 
Compartilhe
O reconhecimento ao trabalho de um campista
12/06/2019 | 09h37
O campista Danilo Santos Miranda, que dirige o Sesc-São Paulo há 35 anos, tem o seu trabalho admirado e respeitado por diferentes setores, inclusive pela classe artística.
Assim é que a atriz Debora Bloch, consultada pelo O Globo, sugeriu o nome de Danilo para reconstruir o Canecão, a tradicional casa de shows no Rio.tombado pela Assembléia Legislativa, o Canecão poderá receber obras. E Debora gostaria que Danilo Miranda fizesse ali um centro cultural nos moldes dos Sescs.
O Canecão teria, pelo gosto de Debora, uma sala para shows de música, mantendo a tradição da casa, uma para peças e também espaços para exposições, esportes e cursos variados, com preços acessíveis.
"Exatamente como são os Sescs, um dos lugares mais democráticos, inclusivos e educativos que conheço", salientou Debora.
Compartilhe
Sobre o autor

Saulo Pessanha

saulopessanha@fmanha.com.br