Em 24 horas, Campos registra mais três e chega a 41 mortes em decorrência da Covid-19
02/06/2020 19:02 - Atualizado em 02/06/2020 21:04
Os casos do novo coronavírus continuam subindo em Campos. Nesta terça-feira (2), em novo boletim, a Prefeitura Municipal confirmou mais 21 casos positivos de Covid-19, sendo três novas mortes em decorrência da doença registradas em 24 horas. O município já registrou 783 infecções, destas, 41 pacientes morreram. O boletim mostra, ainda, que 2.586 pessoas são acompanhadas pela secretaria de Saúde com sintomas suspeitos do novo coronavírus e 14 óbitos seguem em investigação. Em Campos, 285 pacientes já se recuperaram do vírus. Além disso, após exames, 407 casos já foram descartados na cidade. Também nesta segunda, a Prefeitura divulgou o 7º informe epidemiológico, com dados até o dia 29 de maio, que mostra que o Centro continua sendo o bairro com maior número de casos positivos da doença.
De acordo com informações da Vigilância em Saúde, os óbitos recentes são de uma mulher e dois homens, de 78, 75 e 74 anos, respectivamente. Os três apresentavam comorbidades. Do total de casos suspeitos de Covid-19 em Campos, 2.566, 2.422 são de Síndrome Gripal (SG) e 164 de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG).
Óbitos – A primeira morte em decorrência da Covid-19 em Campos foi confirmada no dia 10 de abril. O caminhoneiro Hudisson Pinto dos Santos, morador da Penha, de 39 anos, casado e pai de dois filhos, morreu na UTI do Centro de Controle e Combate ao Coronavírus (CCC). Hudisson esteve na UPH do São José no dia 4 de abril. Em seguida, fez uma tomografia no Hospital Geral de Guarus (HGG), de onde foi transferido direto para UTI do CCC, falecendo seis dias depois. O caminhoneiro havia passado por São Paulo e Ceará, duas áreas de grande circulação do vírus.
O segundo óbito registrado pelo município ocorreu no dia 19 de abril. Uma idosa de 79 anos fazia tratamento no Instituto Nacional de Câncer (Inca), na capital, e já contava com problemas hematológicos. Ela era natural de Campos e estava no Rio desde agosto de 2019. Veio a Campos somente no Carnaval e retornou para o Rio sem possibilidades de retorno devido ao quadro clínico. Ela foi internada por sintomas respiratórios.
O terceiro óbito foi confirmado no dia 25 de abril. O município não deu mais detalhes sobre o caso, confirmou apenas que era uma idosa de 90 anos residente no município que estava em tratamento em hospital da rede particular.
Já no dia 30, a confirmação foi sobre a morte de uma mulher de 58 anos, que estava internada no Centro de Terapia Intensiva (CTI) de uma unidade da rede particular. De acordo com a Prefeitura, ela era diabética, tinha doença cardiovascular e havia testado positivo há alguns dias, já estando entre os casos confirmados do Departamento da Vigilância em Saúde.
O quinto óbito em decorrência da Covid-19 foi confirmado pelo município no dia 4 de maio. Trata-se de um idoso campista de 75 anos, com diabetes. Ele estava internado no Rio de Janeiro.
No dia 6, a Prefeitura de Campos confirmou mais duas mortes por coronavírus: duas mulheres, de 81 e 91 anos, com comorbidades, sendo uma portadora de doença cardiovascular e a outra pneumopatia e neuropatia
A oitava morte pela doença foi registrada no dia 8 de maio. Trata-se de um idoso de 85 anos, com obesidade e doença renal crônica, que estava internado na UTI de um hospital particular do município.
O advogado Fábio Lontra Costa, de 73 anos, morreu no dia 9 de maio no Hospital Doutor Beda. Fábio foi a 9ª vítima da Covid-19 no município. Sem velório, por conta da pandemia, seu corpo foi sepultado no Cemitério do Caju. Foi a primeira morte em decorrência da doença registrada no Beda. Ele deixou os filhos Arthur, Fernanda, Mariana e Laura. E os netos Maria Eduarda, Arthur, Augusto e Pedro Otávio.
A décima morte por coronavírus foi confirmada pela Prefeitura de Campos no dia 11 de maio. De acordo com o governo municipal, trata-se de um idoso de 78 anos, que tinha diabetes, hipertensão arterial e insuficiência renal crônica.
No dia 13, o município confirmou o 11º óbito. Sem mais detalhes, informou apenas ser uma mulher, em uma unidade particular do município.
Já no dia 14 de maio, a Prefeitura confirmou a morte de um idoso de 74 anos, que estava internado no Centro de Controle e Combate ao Coronavírus de Campos. Esse foi 12º óbito em decorrência da Covid-19 na cidade.
Campos contabilizou quatro mortes por coronavírus no dia 13 de maio. De acordo com a Vigilância e Saúde, foram três idosos, de 68,73, e 76 anos, e uma mulher de 37, e todos apresentavam comorbidades. A Prefeitura informou, ainda, que a morte confirmada neste sábado é de um homem de 64 anos.
Campos perdeu a cabeleireira e maquiadora Therezinha Barreto, vítima de Covid-19, no dia 17 de maio. A campista era muito conhecida e querida na cidade, onde foi responsável pela produção de diversas noivas. Therezinha faleceu aos 83 anos no Hospital da Unimed, onde estava internada há 16 dias. Sem velório, o sepultamento da cabeleireira aconteceu no Cemitério Campo da Paz.
No dia 18, a Prefeitura de Campos confirmou mais dois óbitos pela doença em Campos. De acordo com a Vigilância e Saúde, foi de uma mulher de 52 anos, com hipertensão e diabetes, e um homem de 58, diabético.
Duas mortes em decorrência do novo coronavírus foram registradas no município no dia 20 de maio. Uma delas de um homem de 68 anos, sem comorbidades, e a do deputado estadual Gil Vianna. O parlamentar morreu vítima da Covid-19 no Hospital da Unimed, em Campos, no dia 19, onde estava internado desde o dia 11 de maio. Gil Vianna deixa esposa e três filhos.
No dia 26 de maio, terça-feira, a Prefeitura de Campos confirmou a 27ª morte por consequência da Covid-19. Segundo o governo municipal, é de uma idosa, de 78 anos, com comorbidades.
O boletim epidemiológico do dia 27 de maio trouxe a morte de um idoso, de 77 anos, com comorbidades. Essa foi 28ª morte pela doença em Campos.
Já no dia 28 de maio, o município registrou mais um óbito em decorrência da Covid-19, somando 29 em Campos. Trata-se de um homem de 64 anos, que apresentou comorbidades, segundo a Vigilância em Saúde.
No dia 29 de maio, o boletim epidemiológico de Campos confirmou mais quatro óbitos por coronavírus: duas mulheres, de 36 e 72 anos, e dois homens, de 75 e 93 anos, todos apresentaram comorbidades.
No último sábado (30), também foram registrados outros dois óbitos no município, um homem de 70 e uma mulher de 66 anos, com comorbidades.
No primeiro dia do mês de junho, a Prefeitura de Campos registrou a morte de um idoso de 68 anos, com comorbidades.
Tratamento - De forma pioneira, em março, a Prefeitura de Campos implantou o Centro de Controle e Combate ao Coronavírus para atendimento a pacientes com a doença. No último dia 22 de maio, o prefeito Rafael Diniz anunciou a ampliação do número de leitos de UTI, que passaram de 19 para 29, e de leitos clínicos, de 40 para 60.
Aqueles que apresentarem sintomas do novo coronavírus - tosse, febre, cansaço e dificuldade para respirar (em casos graves) - devem buscar orientação junto à Central de Informações da Covid, através do 192.
No último dia 22, o Laboratório Regional do Hospital Geral de Guarus (HGG) recebeu do estado autorização para atuar como referência na análise de exame de detecção por PCR para Covid-19. A implantação é uma parceria entre Prefeitura de Campos e Uenf. Com a iniciativa, resultado dos exames, que estavam levando em média 15 dias para saírem, passam para até 48h.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS