Flexibilização do lockdown com movimento intenso em Campos
Ícaro Abreu Barbosa 02/06/2020 13:15 - Atualizado em 02/06/2020 13:21
  • Movimento intenso (Fotos: Rodrigo Silveira)

    Movimento intenso (Fotos: Rodrigo Silveira)

  • Movimento intenso (Fotos: Rodrigo Silveira)

    Movimento intenso (Fotos: Rodrigo Silveira)

  • Movimento intenso (Fotos: Rodrigo Silveira)

    Movimento intenso (Fotos: Rodrigo Silveira)

  • Movimento intenso (Fotos: Rodrigo Silveira)

    Movimento intenso (Fotos: Rodrigo Silveira)

  • Movimento intenso (Fotos: Rodrigo Silveira)

    Movimento intenso (Fotos: Rodrigo Silveira)

Após a flexibilização do lockdown em Campos, que passou para o nível 4 diante da tabela de infecção, conforme foi anunciado nessa segunda-feira (1º) pela Prefeitura, o fluxo de pessoas e carros na área central do município foi intenso na manhã desta terça-feira (2). Apesar da medida de isolamento social ter sofrido algumas alterações, segue restrita a circulação de pessoas nas ruas, exceto em ocasião de trabalho ou em casos de extrema necessidade. A determinação vale para prevenir a propagação do coronavírus na cidade, que já soma 38 mortes confirmadas, 762 casos confirmados e 2.436 suspeitos.
Nesta terça-feira, quem estava nas ruas eram pessoas, inclusive idosos, que buscavam pagar suas contas ou receber algum pagamento. Com isso, aglomerações foram registradas nas imediações de agências bancárias e casas lotéricas, principalmente nas imediações do Boulevard Francisco de Paula Carneiro (Calçadão). Na agência da Caixa Econômica da rua Tenente Coronel Cardoso, onde uma tenda foi montada para receber os clientes, e nas imediações do Mercardo Municipal, também houve bastante movimentação.
— Eu sei que sou do grupo de risco, mesmo assim tenho que vir para Campos retirar minha aposentadoria e pagar as contas, que não param de chegar. Acordei 4h da manhã para vir de Conselheiro Josino até aqui e agilizar minha vida — contou o aposentado Jaci Oliveira, de 64 anos, enquanto aguardava na fila de uma lotérica.
No trânsito também foi registrado fluxo intenso, como na avenida 28 de Março, na rua 13 de Maio e avenida José Alves de Azevedo, por exemplo.
Com o nível 4 de flexibilização, foi permitido o funcionamento de escritórios de advocacia, contabilidade, consultorias, arquitetura e engenharia, imobiliárias, agências de seguro e plano de saúde com atendimento individual mediante agendamento e funcionamento de segunda a sexta, das 8h às 18h.
Também foi permitido o delivery após as 23h e o take away - retirada no estabelecimento – nas lojas de material de construção, de autopeças e vendas de bicicleta, de artigos de embalagens, empresas que tenham como atividade principal o comércio varejista especializado de tecidos e artigos de armarinho (única e exclusivamente para fins de atendimento de demandas relacionadas à saúde) e ainda lojas de informática e comunicação. Estão liberadas as atividades físicas individuais em vias públicas, estando proibida a utilização de praças e equipamentos municipais.
Oficinas mecânicas, borracharias, conserto de bicicletas e empresas de inspeção e perícias veiculares; serviços de saúde (hospitais, clínicas, laboratórios, clínicas de medicina do trabalho e estabelecimentos congêneres), distribuidores de produtos médicos e EPIs (ainda que funcionem no interior de shopping centers, centros comerciais e estabelecimentos congêneres); atividades do ramo da construção civil, sendo que os canteiros de obras para construções residenciais devem obedecer o limite de quatro trabalhadores. É permitido o atendimento de urgência por empresas que tenham como atividade principal artigos de óptica, única e exclusivamente para fins de atendimento de demandas relacionadas à saúde.
Foi liberado o a abertura dos sindicatos, por seus profissionais e afiliados, devendo ser obedecidas, além das regras em geral, o distanciamento mínimo de dois metros entre pessoas e o funcionamento apenas em dias úteis; fica autorizado o funcionamento de lava jatos e limpeza de veículos, de segunda a sexta-feira, de 8h às 18h; aos condomínios, fica recomendado que proíbam a realização de esportes coletivos em áreas comuns, que possam gerar aglomeração de pessoas; bem como que adotem a utilização da academia com hora marcada, permitindo-se apenas a utilização de 50% da capacidade.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS